domingo, 25 de março de 2012

Equipamento em ordem - Parte 1


Parte do equipamento fotográfico já está na mala. Pensei melhor e vou diminuir a carga, o tempo será curto e muita coisa não teria como utilizar, estou levando básico então:
Acompanham ainda, carregadores, baterias, filtros, cartões de memória, controle remoto. A Easy-Clean EC-8803 ficou apertada, a mochila velha por fim vai fazer falta!

Tocando no Walkman:

terça-feira, 20 de março de 2012

Parque Nacional Kruger

O parque Kruger é uma das primeiras reservas naturais do mundo e a primeira e mais importante da África do Sul. No Kurger é possível encontrar os Big Five, - leão, leopardo, búfalo, elefante e rinoceronte.
Lá os animais já estão acostumados com os veículos e quando avistados permitem a nossa aproximação,  interessante no caso de um safari fotográfico - mas as fotografias podem acabar registrando a presença humana como na imagem do post.
O parque tem uma area de aproximadamente 20.000Km² e uma extensão próxima a 350km. Esse trajeto pode ser feito em carro aberto com o acompanhamento de um rastreador e de um guia - o Ranger, armado que também faz a proteção para em casos de alguma eventualidade, pois por mais que os animais estejam acostumados com a presença humana continuam selvagens -, ou por sua conta em carro próprio - eu vou assim, por isso seria interessante uma companhia de alguém, porque dirigir, localizar os animais e fotografar ao mesmo tempo fica meio complicado.
Existem vias pavimentadas que permitem o uso de carros "normais", e as vias paralelas mesmo não pavimentadas permitem a trafegabilidade com carros não off-road.
Estrategicamente estão distribuídos dentro do parque algumas regiões de camping onde o vistante pode se hospedar e passar a noite ou as horas mais quentes do dia.

domingo, 18 de março de 2012

Uma escola comunitária

Durante muito tempo eu “idealizei” uma escola comunitária que pudesse alcançar ao aluno, aquilo que a escola regular não consegue, ora por culpa de seus professores despreparados ou indiferentes a formação dos alunos, ora por culpa das atuais políticas de ensino que visam apenas os “números” ou ainda pior, por culpa das políticas de inclusão que mais segregam do que incluem.
Depois de muito Brainstorming cheguei ao esboço do um “PPP” da escola, durante as discussões uma preocupação  minha era definir onde a escola seria criada. De saída descartei Santa Maria, fiquei dividido ainda entre Júlio de Castilhos e Santiago, no fim de 2010 decidi que a escola seria em Júlio de Castilhos.
Essa escola não era uma escola convencional onde o aluno frequenta regularmente de uma série “inicial” a uma serie “final”, mas sim para onde ele vem para receber auxilio em pequenos grupos para superar as deficiências deixadas pela sua escola regular.
Para isso contava com o comprometimento de um grupo de profissionais do “mais alto gabarito”, das diversas áreas do saber,- alguns de fora do estado - TODOS envolvidos com o ensino,- e também com a pesquisa e extensão. Todos dispostos a prestar um serviço voluntário e altruísta, inclusive sem receber diárias ou qualquer outro tipo de auxilio.
Além das disciplinas do currículo “básico” seriam ofertadas aulas de música, marcenaria, carpintaria, eletrônica, luthieria, informática e horticultura. Ciente dos quatro pilares da educação, os objetivos da escola eram permitir que o aluno conseguisse concorrer com as mesmas chances que os alunos “formados” em “boas” escolas e cursinhos, a uma boa classificação em processos seletivos, ou uma colocação direta no mercado de trabalho. E acima de tudo, formar o tão esperado cidadão crítico e atuante, formação essa que a meu ver é dever primordial da família, que joga a responsabilidade sobre a escola, que por sua vez ignora. Fora o atendimento ao aluno, seriam prestados serviços de conscientização com relação a importância da educação e apoio psicológico aos pais dos alunos.
A opção por instalar a escola em Júlio de Castilhos se deu por diferentes motivos, mas o principal foi pelo fato de aqui já existir a marcenaria onde algumas das aulas práticas seriam ministradas, e também por existir o espaço físico para construção de algumas salas de aula, e para as aulas de horticultura.
A escola seria comunitária, erguida e subsidiada com recursos próprios, não seria então do município, nem do prefeito, nem do vereador, mas sim de toda a sociedade que necessitasse dos seus serviços e a ela auxiliasse.
Apesar do incentivo e de ter contado com a colaboração intelectual de muitos amigos, foi um trabalho solitário de quase dois anos que agora desmotivado pela hipocrisia e demagogia do ser humano deixo de lado. Agradeço ao incentivo e a colaboração de todos que de uma forma ou outra participaram no processo de elaboração desse projeto, e também àqueles de se dispuseram a participar ativamente na execução.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Tudo pronto

Tudo pronto para viagem, passagens compradas, entrada para o show do Foo Fighters no Lollapalooza, reserva para o pernoite em Santiago no Bella Vista Hostel.
Todas as tralhas para viagem já estão em ordem, agora é só "ensacolar" e voar quase 4.000km pacífico adentro, rumo a ilha mais remota, isolada e misteriosa do planeta!
Estou indo para a ilha meio que "à rumo", agendei apenas uma sessão de tattooagem e o mergulho. O restante eu vejo como faço quando chegar lá.

Tocando no Walkman:

Abrindo e fechando parêntesis

Fugindo um pouco do assunto ilha de Páscoa, no domingo passado eu fiz a compra das passagens para África do Sul.
Fim de Abril estou indo passar uns dias no parque Kruger, o voo é para Johannesburg e antes de ir para o parque pretendo fazer um mergulho com os grandes tubarões brancos em Cape town.
Essa semana farei a reserva para aluguel do carro, e como quero fotografar os big five durante o safári, a companhia de um copiloto com habilitação internacional e disposição para dirigir pela mão inglesa  no Kruger seria bem-vinda!

Tocando no Walkman:

segunda-feira, 5 de março de 2012

Quase tudo pronto

Faltando 26 dias para minha partida, já estou com as passagens compradas desde dia 27/02, reserva no hostel para o pernoite em Santiago dia 01 de abril, e a entrada no Loallapalooza na mesma noite.

As datas e horários dos voos ficaram assim:
  • Saio de POA dia 01/04 e chego em Santiago às 14:45 (um molho de 5h em Montevideo)
  • Saio de Santiago dia 02/04 rumo a Páscoa às  8:15 (5h de voo com diferença no fuso de -3h com relação ao Brasil)
  • Retorno para Santiago dia 05/04 às 19:55
  • Retorno para POA dia 07/04 às 15:25 (outro molho de 5h em Montevideo)
No dia 06 ainda vou pegar um Pub de Jazz em Santiago!


Tocando no Walkman: 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...